sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania recebe prêmio “GENTILEZA URBANA 2011”





Aconteceu na noite do dia 15 de dezembro, no auditório do Museu Histórico Abílio Barreto em Belo Horizonte, a entrega ao Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania do prêmio “Gentileza Urbana 2011”, na categoria RESPEITO A MEMORIA E AO PATRIMONIO.

GENTILEZA URBANA é uma campanha introduzida no estado de MINAS GERAIS e no BRASIL pelo IAB-MG e visa enfatizar e estimular o hábito das pequenas e grandes atitudes voltadas para a melhoria da qualidade da vida urbana. O PRÊMIO GENTILEZA URBANA tem o objetivo de estimular iniciativas diversas, de pessoas físicas ou jurídicas, que contribuam significativamente para a melhoria da qualidade de vida urbana, (re)criando a cidade mais amável, aprazível e humana.
Através das indicações feitas pela sociedade, o IAB - MG tem destacado e premiado várias intervenções nos campos da arquitetura, urbanismo e paisagismo, e outras iniciativas estéticas ou utilitárias, atitudes e gestos que se qualificaram como “uma gentileza para os cidadãos”.
Este ano o prêmio teve caráter estadual e contemplou gentilezas nos 853 municípios mineiros.



terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Programa Sentidos Urbanos recebe homenagem por suas ações pelo patrimônio

A Câmara de Ouro Preto promoverá Sessão Solene para entrega da Medalha João Velloso, nesta quarta-feira, dia 14 de dezembro, às 19h. A condecoração do Legislativo ouro-pretano visa homenagear pessoas e entidades que trabalham pela conservação e recuperação do patrimônio cultural e natural do Município.

Na cerimônia o programa “Sentidos urbanos: patrimônio e cidadania”, realizado pela Casa do Patrimônio de Ouro Preto, será homenageado pelas ações desenvolvidas nos últimos anos em prol da conservação e preservação do patrimônio cultural.

O Programa Sentidos Urbanos tem como fio condutor de suas ações a educação patrimonial, como um instrumento para a sensibilização e transformação dos sujeitos nela envolvidos, por meio das ferramentas audiovisuais enquanto facilitadoras deste processo. O Programa é composto pelas seguintes ações:

Roteiros Sensoriais - roteiros de visitação por percursos inusitados do núcleo histórico, com ênfase na percepção sensorial e nas qualidades ambientais dos lugares de memória, instrumentalizando os cidadãos para atuar como guardiões de seu patrimônio.

Circuito expositivo Casa do patrimônio – exposição permanente, onde são repassadas informações sobre tombamento, aspectos legais da proteção, salvaguarda de bens e evolução urbana de Ouro Preto.

Projeto “eu também sou patrimônio” – utiliza a educação patrimonial como meio de sensibilizar e transformar a comunidade no qual se insere, utilizando o bem cultural como ferramenta para a pedagogia social da inclusão. Trabalha-se identidade, pertencimento, busca redespertar valores, reconstruir papéis e construir desejos.

Base criativa-Laboratório Patrimônio - projeto de formação, pesquisa e estímulo à produção audiovisual, cujo objetivo é fomentar esta produção a partir de processos coletivos, visando ampliar os olhares sobre os conceitos de Identidade, Memória e Patrimônio.

Fonte: Educação Patrimonial

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Programa Sentidos Urbanos realiza atividades com a Terceira Idade



Entusiasmo não faltou às 9 da manhã de uma quinta-feira, mesmo em meio à neblina costumeira de Ouro Preto.

Reconhecer a cidade e redescobrir seus encantos para um grupo que nela viveu por anos a fio se tornou uma atividade encantadora. Foi assim que o Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania fez essa experiência do encontro com uma sabedoria explícita nos rostos dos participantes de mais um roteiro.

Trabalhar com a tão conhecida “terceira idade” foi um marco para o programa que já chega ao seu terceiro ano de atividades, com os mais diferentes públicos.

A vitalidade de quem sente a vida, mais do que quem conta seus anos foi o que movimentou o grupo Renascer, do espaço pró-melhoramentos, de Ouro Preto, durante a realização do Circuito Expositivo – Casa do Patrimônio, uma das ações dos Sentidos Urbanos.

Dinâmicas, vídeos, contação de história compuseram o itinerário deste grupo que conhece bem a cidade em que vive.

Assim o Programa Sentidos Urbanos segue na realização de seu maior compromisso: Vivenciar, com os moradores da cidade, uma Ouro Preto, sempre nova, cada vez mais bela, através das suas histórias e seus sentidos.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Programa Sentidos Urbanos participa de produções em Brasília



Na última semana, a Casa do Patrimônio de Ouro Preto, a Casa do Patrimônio da Chapada do Araripe e a TV UFOP finalizaram o documentário sobre as
Superquadras de Brasília. A produção foi requerida pelo IPHAN de Brasília, visando mostrar as opiniões dos moradores sobre as mudanças ocorridas no Distrito Federal, para ser apresentado durante o Seminário de Valorização e Preservação da Unidade de Vizinhança. O vídeo foi produzido aproveitando a presença da equipe ouropretana na capital federal para a cobertura do 24° Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. Além da cobertura, essa parceria entre as casas do patrimônio e a TV UFOP produziu sete pequenos vídeos para a solenidade. Os curtas feitos com materiais enviados pelos próprios premiados buscavam mostrar o motivo pelo qual cada projeto foi slecionado. Para Douglas Aparecido, Orientador do Programa Sentidos Urbanos – patrimônio e cidadania, que atuou como um dos editores e diretor dos vídeos, o trabalho tem rendido ótimos frutos, “ Tanto no Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, quanto no documentário o retorno foi positivo. Segundo Douglas “As pessoas que se sentiram reconhecidas quando se viam no vídeo”, completou.
Ocorreu um erro neste gadget