segunda-feira, 7 de julho de 2014

Vagas para as oficinas da Curadoria de Patrimônio - Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana 2014


Nome da Oficina - Entre o Corpo, a Memória e a Cidade

Nome do Ministrante - Rodolfo Junqueira Fonseca e Raquel Salomão

Sinopse - A oficina propõe estimular o olhar dos alunos a partir da reflexão e produção de fotografias tendo como ponto de vista as relações entre o corpo da cidade, memória e corpo do transeunte ou habitante que a vivencia. O corpo da cidade aparece como o espaço de uso e apropriação dinâmica da memória cotidiana que encontra seu sentido na relação com o corpo do transeunte/habitante. Nesta relação “entrecorpos” as imagens dos alunos evidenciarão as formas de ocupar, vivenciar ou percorrer o espaço/corpo urbano diante do cotidiano do centro histórico de Ouro Preto .

Currículo do(s) ministrante(s)- Rodolfo Junqueira Fonseca– Graduado em Sociologia e Antropologia pela UFMG (2002), mestre em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR / UFRJ (2006), além de diretor e fotógrafo formado pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro, do Rio de Janeiro. Pesquisa Sociologia e Antropologia, com ênfase em Fotografia e Audiovisual, Sociedade e Cultura Urbanas e desenvolvimento social e cultural. Atualmente é consultor em projetos urbanos, audiovisuais e culturais, Professor da Faculdade de Políticas Públicas da UEMG, Professor e Pesquisador do Observatório da Diversidade Cultural (ODC).

Raquel Salomão - Graduada em Comunicação Social / Jornalismo e Mestre em Comunicação Social (PUC Minas), colaboradora do Observatório da Diversidade Cultural (ODC). É assessora de imprensa e editora web, pesquisa redes sociais e processos multimidiáticos colaborativos. Professora de oficinas de Comunicação e Diversidade (2012) e oficina de Comunicação Colaborativa (2012) e Festival de Inverno de Ouro Preto (2013).

Público alvo - Estudantes e profissionais das áreas de Cultura, História, Antropologia, Comunicação, Artes plásticas, Fotografia, dentre outros; interessados em geral.

Local de realização - Trem da Vale

Período de Realização - 11 a 13 de julho

Horário de realização - 13:00 as 19:00

Material do aluno - Câmera fotográfica ou telefone celular equipado com câmera fotográfica com pelo menos 3.2 megapixels.

 

Nome da Oficina - Retratos Sonoros - Ouro Preto através do registro de sons e histórias

Nome do Ministrante - Bom Será - Valter Nascimento e Aline Monteiro

Sinopse - Esta oficina tem por objetivo principal abordar Ouro Preto por um viés inusitado e pouco explorado – através do áudio. Registrar através de depoimentos, histórias que liguem moradores, turistas e estudantes à cidade de Ouro Preto. Serão pequenas entrevistas que se tornarão num panorama da cidade. Este material será levado ao público através de uma página na internet e de uma exposição aberta. De um lado teremos a cidade descrita através de histórias reais, causos e recriações. Do outro, a cidade recriada através da descrição sonora e sensorial.

Currículo do(s) ministrante(s) - Valter Nascimento Livreiro, escritor e pesquisador da história de Ouro Preto. Trabalhou por dez anos como produtor cultural e diretor teatral. É ainda curador das mostras do Cineclube Museu da Inconfidência, projeto em parceria com o Ministério da Cultura. Desde 2009 é um dos fundadores do grupo Bom Será, um coletivo cultural que registra o cotidiano da cidade de Ouro Preto num blog da internet. Por três anos consecutivos foi o idealizador das oficinas do Bom Será dentro do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana.

Aline Monteiro Jornalista formada pela PUC-Minas, com especialização em Comunicação e Gestão Empresarial pelo IEC/PUC-Minas, graduanda em Filosofia pela Ufop. Co-autora do blog Bom Será (www.bomsera.com.br), colaboradora do site Cinema de Buteco (www.cinemadebuteco.com.br) e editora da revista Em Minas. Há três anos é uma das mentoras das oficinas do grupo Bom Será no Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana.

Público alvo - Pessoas interessadas em preservação patrimonial, mídias digitais, registro de histórias.

Local de realização - Casa da Baronesa

Período de Realização - 7 a 11 de julho

Horário de realização - 14:00 as 17:00

Material do aluno - Bloco de anotação, caneta, telefone celular ou outro dispositivo móvel com gravador de áudio.

 

Nome da Oficina - Guia de Ouro Preto - Seguindo os Passos de Manoel Bandeira “Caminhar, olhar: expondo o que o pensamento traduz”

Nome do Ministrante - Betânia dos Anjos do Carmo, Valéria Sávia Tomé França e Mercedes Estela Gomez Rainho

Sinopse            - O objetivo desta oficina é refazer os trajetos propostos pelo escritor Manuel Bandeira em seu livro Guia de Ouro Preto,  um clássico do autor e considerado por muitos uma pérola sobre a cidade mineira.

Ao caminhar por Ouro Preto, Bandeira nos revela uma cidade emblemática, marcada pelo barroco mineiro, a arquitetura colonial, por seus personagens emblemáticos, ruas e igrejas, conduzindo o leitor a um passeio sentimental e poético pelas ruas históricas.

Durante a oficina serão explorados três trajetos entre os bairros: Antônio Dias, Centro, Rosário e Pilar, onde os participantes durantes as visitas guiadas registrarão a paisagem da cidade através de câmera fotográfica e/ou celulares. Ao fim, as fotografias serão expostas durante um Sarau, a ser realizado na Tenda Cultural (Trem de Vale) e diariamente serão disponibilizadas via redes sociais.

Currículo do(s) ministrante(s) - Betânia dos Anjos do Carmo: Museóloga e Pós-Graduanda em Educação pelo SENAC-MG. Possui experiência em projetos de educação patrimonial e salvaguarda de documentos. Atua como museóloga em projeto da Fundação Cultural de Belo Horizonte (FUNDAC) e da Escola de Música Padre Simões (OP) identificando e catalogando partituras dos séculos XVIII e XIX.

Mercedes Estela Gomez Rainho: Historiadora e Museóloga. Atua na área de pesquisa histórica e produção de textos para exposições, tendo realizado trabalhos para o Museu da Inconfidência , Museu das Minas e do Metal dentre outros. Possui experiência em elaboração de projetos culturais, trabalho em arquivos, curadoria e consultoria.

Valéria Sávia Tomé França: Museóloga e Técnica e Conservação e Restauração. Desenvolve pesquisas na área de Museus e Patrimônio Cultural e atualmente é mestranda em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável (Escola de Arquitetura/UFMG) e professora credenciada no Departamento de Museologia (UFOP).

Público alvo - Comunidade e Visitantes, com disposição para andar pelo Centro Histórico.

Local de realização - Trem da Vale

Período de Realização - 15 a 19 de julho

Horário de realização - 15 as 19 hs

Material do aluno - Máquina fotográfica digital, celular que bata fotos, caderneta de anotações, filmadora, etc. O aluno poderá escolher com qual suporte irá trabalhar.
Ocorreu um erro neste gadget