terça-feira, 29 de setembro de 2015

Programa Mais Educação e Sentidos Urbanos oferecem oficinas na Escola Municipal Professora Juventina Drummond

Desde o mês de abril foi retomada a parceria do Sentidos Urbanos com a Escola Municipal Professora Juventina Drummond. A partir dos primeiros encontros, foi estruturado um plano de ação dentro da escola, que ficou definido em dois momentos: suporte nas oficinas do programa federal “Mais Educação” e a oficina Comunica Morro.

Nas oficinas do Mais Educação (Educação Patrimonial, Pintura, Produção de Texto e Rádio) o Sentidos Urbanos atua, em conjunto com os oficineiros, estimulando as crianças a refletirem sobre o patrimônio que as cerca, como as histórias e brincadeiras do Morro Santana, tema que está sendo trabalhado nesse segundo semestre. 

Confira algumas fotos das oficinas:
Crédito: Equipe Sentidos Urbanos 
Crédito: Equipe Sentidos Urbanos 

Crédito: Equipe Sentidos Urbanos 

Crédito: Equipe Sentidos Urbanos 


Crédito: Equipe Sentidos Urbanos 

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Conheça o Laboratório de afeto – uma parceria entre Escola Estadual Marília de Dirceu, FAOP e Sentidos Urbanos

No dia 21 de agosto  os professores da Escola Municipal Marília de Dirceu , juntamente com a FAOP e a equipe do programa Sentidos Urbanos deram inicio ao Laboratório de Afeto, ação desenvolvida com os alunos de 07 a 11 anos do projeto de educação em tempo integral.
A proposta é trabalhar com as crianças vínculos afetivos, histórias do bairro e espaços de referência. 


Confira algumas fotos das atividades já realizadas:










terça-feira, 15 de setembro de 2015

IPHAN abre concurso de fotografia com o tema ‪#‎Eueopatrimonio‬

Ação promove patrimônio cultural por meio da fotografia


     O conceito de patrimônio cultural vai muito além do que está tombado ou registrado. A principal 
relação está no valor atribuído a esses bens culturais. Por isso, o Instituto do Patrimônio Histórico e 
Artístico Nacional (Iphan) lança nesta segunda-feira, 14 de setembro, a ação Eu e o Patrimônio
Cultural. A ação tem como objetivo estimular por meio da fotografia, a relação entre a sociedade civil 
e suas manifestações, expressões e lugares, além de trazer à tona as mais diversas interpretações que 
essa conceituação suscita.  Então, tem uma foto legal sobre o tema? Mande para o Iphan e participe. 

     As fotografias devem representar e registrar a diversidade do patrimônio brasileiro, que tenham
valor social, histórico e/ou artístico atribuído pelos diversos atores sociais e que estejam ligadas com
as temáticas da preservação do patrimônio cultural e direito à memória. As fotos podem ser, por 
exemplo, registro de monumentos, edificações, conjuntos urbanos e/ou históricos, centros urbanos,
localidades rurais, indígenas ou quilombolas, igrejas, museus, prédios, centros históricos, 
paisagens culturais naturais ou urbanas, manifestações artísticas, arte de rua, manifestações 
culturais danças, modos de fazer, celebrações, expressões culturais, lugares de referência cultural, ritos
e outros bens culturais.

     As inscrições podem ser realizadas até às 18h do dia 20 de setembro de 2015, de acordo com o
horário de Brasília. Os interessados devem ter idade mínima de 15 anos e possuir perfil na rede 
social Facebook e, obrigatoriamente, curtir a página do Iphan. Cada participante pode participar com, 
no máximo, duas fotos que devem ser de autoria exclusiva dos mesmos que a enviarem. Estas
deverão ser encaminhadas ao e-mail comunicacao.iphan@gmail.com ou por inbox no facebook. E no
corpo do e-mail e/ ou mensagem deve ter as informações básicas e termo de autorização
(modelo simples) como constam no regulamento.

     A premiação consistirá na entrega de três publicações editadas pelo Iphan às três fotografias com o
maior número de curtidas. Além disso, haverá a inserção das imagens na galeria de fotos que será 
disponibilizada no site do Instituto, na qual farão parte todas as fotos selecionadas. Os vencedores 
ainda farão parte de uma matéria jornalística que será publicada no site do Iphan.  
Para saber as informações completas, acesse o regulamento. 

Cronograma: 
14 de setembro – 8h – Lançamento da ação Eu e O Patrimônio Cultural Brasileiro
20 de setembro - 18h – Encerramento do recebimento das fotos
23 de setembro a 28 de setembro – Votação na página do Iphan
29 de setembro – Resultado

Modelo de termo de autorização (colar ao corpo do texto enviando por e-mail ou via Facebook)
Eu,________, comunico para os devidos fins que autorizo o uso das imagens fotográficas que seguem, 
em anexo, nesta mensagem, bem como de seus créditos, para sua veiculação nas redes sociais do 
Iphan, no sítio eletrônico do Iphan e outros canais de veiculação gerenciados pelo Instituto. Informo, 
igualmente, que estou de acordo com os termos definidos para a candidatura à participação na 
ação cultural "Eu e o Patrimônio Cultural" promovida pelo Iphan no segundo semestre de 2015. 

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Participantes da oficina Comunica Morro se preparam para o primeiro programa de rádio

    
   A Oficina Comunica Morro realizada nas quartas-feiras na Escola Municipal Professora Juventina Drummond voltou no segundo semestre dando continuidade nas atividades que já estavam sendo realizadas com alunos entre 10 e 14 anos de idade. 

  Tendo desde seu início a reflexão dos educandos para a valorização do local em que moram, destaca-se nesta ação o objetivo dos participantes se colocarem como cidadãos críticos e protagonistas em relação ao seu bairro. 

  Utilizando recursos midiáticos e práticas artísticas, os alunos experimentam possibilidades de trabalhar com a comunicação de maneira mais efetiva, entrevistando moradores do bairro sobre as histórias locais, para depois serem difundidas em um programa de rádio. 
   
   No última quarta-feira, 09,  os alunos conheceram os equipamentos de rádio e iniciaram o processo de gravação de áudios. Confira abaixo algumas fotos:



Crédito: Ana Clara Castro

Crédito: Ana Clara Castro

Crédito: Ana Clara Castro

Crédito: Ana Claro Castro

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Alunos da oficina Espaços Urbanos do programa ARO visitaram a Mina do Chico Rei

Na última terça, 08, os alunos do programa ARO - Formação em Arte, Restauro e Ofícios idealizado pela FAOP - Fundação de Arte Ouro Preto visitaram a Mina do Chico Rei acompanhados pelos mediadores do Programa sentidos Urbanos e pelo professor Raphael Milward (FAOP). A visita à Mina foi um pedido dos próprios alunos, que irão visitar outros pontos de Ouro Preto. No final da oficina eles irão confeccionar mapas afetivos usando espaços que são pontos de referência pessoais.


Com o intuito de sensibilizar e despertar os adolescentes com as particularidades da cidade e do bairro onde moram, as aulas de Espaços Urbanos acontecem todas as terças às 14 horas e é uma parceria da FAOP e do Programa Sentidos Urbanos.

Crédito: Verônica Ribeiro 

Crédito: Verônica Ribeiro

Crédito: Verônica Ribeiro

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Alunos do Coral Canto Crescente participam de ação com o Sentidos Urbanos

Foram concluídas na quinta-feira, 27, uma série de três ações realizadas com uma das turmas do coral Canto Crescente, projeto sociocultural do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, que proporciona à crianças e adolescentes de escolas públicas de Ouro Preto formação musical.

Nos três encontros que aconteceram nos dias 13, 20 e 27 de agosto, os alunos vivenciaram inúmeras experiências, dentre elas uma mesa sensorial, na qual foram explorados: paladar, tato, olfato e audição, e um roteiro sensorial condensado, no adro da igreja de São Francisco de Assis. No roteiro os alunos propuseram a ocupação desses espaços de formas não habituais. 
Foto: Íris Zanetti
Acervo Museu do Oratório/ICFG 
Foto: Íris Zanetti
Acervo Museu do Oratório/ICFG  




Ocorreu um erro neste gadget