quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Do filme-carta aos muros: intervenção nas paredes da Escola da Barra marca encerramento da oficina Olhares (Im)possíveis





Educação, liberdade e respeito: essas foram as palavras escolhidas pela turma 9ºA da Escola Municipal João Castilho Barbosa para ficarem registradas no pátio da instituição. A ação marca o encerramento da oficina Olhares (Im)possíveis e é resultado do filme-carta produzido pelos estudantes com destino à direção da escola solicitando autorização para a realização de uma arte na parede. 
A grafiteira Iolanda Leiko foi hoje à escola para trocar uma ideia com a turma e juntos decidiram a arte que iria colorir a brancura das paredes do pátio. Trazendo grandes referências femininas do grafite nacional, Iolanda fez do encerramento do ano letivo, uma uma verdadeira oficina de grafite. E, obviamente, os estudantes aproveitaram para, também, deixarem suas marcas expressas no muro.
A oficina Olhares (Im)possíveis é desenvolvida pelo programa Sentidos Urbanos e, nesta ocasião ocorreu em parceria com o Pibid História, que já atuava na escola. Confira como foi essa manhã no vídeo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget